domingo, 22 de fevereiro de 2009

A grande farsa do aquecimento global

Pra quem viu o filme "Uma verdade inconveniente" do Al Gore, este vídeo vai sem dúvida parecer uma ofensa. Quando o mundo todo fala em efeito estufa, aquecimento global causado pelo homem, aparecer alguém falando o oposto faz pensar que esse alguem deve ser um idiota ou coisa parecida. 

Entretanto, gosto de Voltaire: "Não concordo com uma palavra sequer do que dizes, mas defenderei até a morte seu direito de dizê-las". Um debate não pode ser unilateral, isso não forma síntese. É sempre necessária a antítese. Do contrário não é uma discussão, não é um dialogo, é um monólogo. Não é um pensamento racional, é loucura. Na atualidade vemos todo mundo proferindo as palavras sobre o aquecimento causado pela ação humana. Achei interessante entender um pouco o outro ponto de vista, que quase não encontra espaço nos meios de comunicação. 

O vídeo afirma que as políticas de meio ambiente são fruto de uma ideologia de esquerda que surgiu após a queda da URSS e do muro de berlim. Usa outra lógica para mostrar que o planeta esquenta não pela ação humana, mas por um mecanismo natural periódico. A emissão de CO2 dos vulcões, mesmo inativos, ultrapassa toda a emissão humana de CO2 na terra. A partir disto, aceita que o aumento de CO2 está relacionado com o aumento de temperatura no planeta, entretanto não como causa, mas como consequência. Afirma que em periodos de maior atividade solar, ocorre um aquecimento dos oceanos, e este sim, é o grande responsável pela liberação de CO2 na atmosfera nestes períodos. 

Concordando ou discordando, vale a pena ver.


















5 comentários:

Anônimo disse...

Esse cara é um idiota! Apesar que iremos sobreviver, o homem inventará uma forma de vivermos em uma temperatura de 60º ou embaixo d´água como peixinhos!

Anônimo disse...

Interessante. Tem lógica isso...

bertie disse...

Concordo com vc Chaps, nao se pode ter uma discussao unilateral e so por que soa bonitiinho nos cegarmos a isso e nao ouvirmos uma outra opção.

Abraço!

Bertie!

Trocs disse...

Concordo com o Bertie acerca de conhecermos os 2 ou mais lados de uma mesma questao, mas da mesma maneira q a chama no fundo do forno aquece o forno por inteiro, cada fonte de calor no planeta tende a aquece-lo por inteiro tambem.
Se formos exagerar, a brasa de cada cigarro causa aquecimento.

Acham q to exagerando?? Entao faz uma continha comigo...
Apenas na china, 70% dos Homens fumam, digamos q deve seja 800 milhoes de homens, 70% de 800 milhoes da 560 milhoes de homens fumantes (desconsideramos os 10 a 15% de mulheres fumantes). Se cada um deles fumar 1 maço por dia, sao 20 cigarros... quantas tragadas "cabe" num cigarro??? 6? 8? vou usar 7...
entao temos:
560.000.000 x 20 x 7 = aproximadamente 77 bilhoes de baforadas de fumaça de cigarro apenas na china, APENAS em 1 dia!!!!
vcs acham q isso nao faz diferença???
Lembrem q esse calculo ta subestimado pq nao contamos as mulheres e nem a possibilidades de fumarem mais de um maço por dia.
E esses calculos vao mais longe, quantos litros de ar cabem no pulmao?? 2 litros? 3 litros?
Da pra calcular o volume de fumaça de cigarros liberadas na atmosfera por dia... nao vou fazer isso... ta ficando muito complexo.
Mas estendam isso aos fumantes do mundo... Agora imaginem os carros, q soltam um volume muito maior de gases provenientes da queima de combustivel..
Ja aprendemos q na natureza nada desaparece, apenas se transforma, se dissipa, mas continua existindo...
Concordo que o aumento da atividade solar influenciaria muito mais do que os estragos causados pela especie humana, mas se formos calcular a quantidade de carbono enterrado na forma de petroleo ou de carvao mineral q estamos desenterrando e jogando na atmosfera, e ao mesmo tempo eliminamos as fontes de fixaçao de carbono, q sao as plantas, derrubando as florestas...
E tbem nao estamos enterrando carbono de nenhuma forma... apenas tirando...
eu nao consigo imaginar q tudo isso nao faça diferença para o sistema q é nosso planeta, a energia entra na forma de luz, aqui dentro produzimos mais energia nos ultimos 100 anos do que em toda a historia do planeta.
Aumento de energia aumenta a entropia... aumenta as tempestades, aumenta a seca em alguns lugares, aumenta a velocidade do vento em outros...
estamos pondo energia no planeta..
Nao consigo imaginar outro resultado.
Ja que a especie humana nao pode impedir o aumento da atividade solar, ele poderia ao menos nao atrapalhar o andamento natural das coisas...
Mas conhecer a opniao contraria é sempre bom para definirmos melhor a nossa posicao.

abraço a todos

Chap's disse...

Boa Paulão...